sexta-feira, 31 de julho de 2015

Salame do Sapo

Salame, é sem dúvida um doce que faz as delicias de miúdos e graúdos. A minha interpretação de uma receita tirada do site "Sapo" é uma proposta docinha para o fim-de-semana que agora está  começar . Clique aqui para ver o original.

Ingredientes:
100 grs de chocolate negro de culinária
1 pacote bolacha Maria
100 grs de manteiga de culinária
150 grs de açúcar
3 ovos
papel de alumínio q.b.
 
Modo de preparação:
Derreta a manteiga com o chocolate em lume baixinho. Junte o açúcar, mexa e deixe arrefecer.
À parte, vá desfazendo as bolachas em pequenos pedaços.
Quando a mistura estiver quase fria (morninha) junte os ovos e envolva tudo muito bem.
Disponha papel de alumínio numa mesa ampla.
Por fim, junte tudo às bolachas numa tigela onde possa envolver com as suas próprias mãos e molde, a seu gosto, o preparado no papel de alumínio. Cubra bem com o próprio papel. Leve ao frigorífico.

domingo, 26 de julho de 2015

Os olhos também comem...

Diz a sábia expressão popular "Os olhos também comem..."
Uma mesa bem posta demonstra o cuidado e a satisfação que o anfitrião teve para receber os seus convidados.
A ideia que temos é que uma mesa bem apresentada implica alguns gastos em flores, decoração entre outros pormenores... Eu digo que o que é preciso é pôr a imaginação funcionar. Pensando num tema ou em quem vamos receber será o ponto de partida para uma mesa de sucesso. Escolha flores da época que possa colher no seu jardim, pedir a um vizinho ou outras flores que possa encontrar na beira de um caminho. Uma boa toalha branca é um investimento, nela podemos jogar com todo o tipo de decoração e cores.  Hoje consegue se encontrar na net diferentes formas de dobrar guardanapos, umas mais outras menos complicadas. As velas são algo que nunca passam de moda e dão sempre um toque romântico. A apresentação das entradas leva a um convívio inicial, dando tempo para ultimar alguns pormenores.  
Aqui ficam algumas das minhas ideias.



quinta-feira, 23 de julho de 2015

Santa Maria Madalena 2015

As Festas de Santa Maria Madalena, na Ilha do Pico, dedicadas àquela de quem a vila e concelho receberam o nome, tiveram o seu inicio no passado dia 21 de Julho terminando no próximo domingo, dia 26. A nível religioso, ontem, dia 22 de Julho, foi o ponto alto com a Solene Concelebração da Eucarística e Procissão em honra de Santa Maria Madalena. A nível cívico conta com um programa diverso que vai desde atuações de grupos folclóricos e filarmónicas, exposições, feira do livro, concertos com nomes sonantes da música portuguesa como são Pedro Abrunhosa, Michael Carreira, Capicua, entre muitas outras atividades e atuações. À ainda a destacar a candidatura à maior roda de Chamarrita para o Guinness World Records.

Como é tradição, numa boa festa de Verão não pode faltar as Tasquinhas. Privados ou coletividades tentam angariar clientes através de uma seleção de petiscos. Nestas festas quero deixa a dica da Tasca da Casa do Povo da Criação Velho e do seu Frango de Churrasco. Um frango suculento e cheio de sabor, acompanhado com batata frita, arroz, salada e o toque de frescura  de uns gomos de laranja.



terça-feira, 21 de julho de 2015

CELLA BAR

O Bar & Restaurante CELLA BAR, no lugar da Barca, trouxe à ilha do Pico um novo conceito que num ambiente único quer a nível de paisagem, com vista para o canal, quer a nível de decoração, simples e de bom gosto, nos convida ao convívio sem pressas e a degustar uma cozinha com sabor através de pratos de partilha acompanhados de uma excelente seleção de vinhos.

Entende-se  como pratos de partilha um conjunto variado de entradas e petiscos, que nos levam a saborear as mais diversas combinações. Tendo este espaço dado preferência aos produtos típicos, apresentados com uma nova roupagem.
A nossa experiência viajou por uma salada de polvo confecionada e temperada na perfeição, com o polvo a se desfazer na boca a cada garfada.
A beterraba que nos Açores associamos ao açúcar e a São Miguel, veio casar ao lugar da Barca com manteiga da ilha, manteiga que também se juntou às ervas e ao alho pintando em conjunto as cores da bandeira portuguesa.

Seguiram se umas suculentas costeletas e um bife à Cella acompanhados de batata frita caseira com um toque subtil de orégãos.
 
Para finalizar uma intensa e saborosa mousse de chocolate ou uma suave panna cotta com morangos frescos.


Foi sem dúvida mais um experiência tá consolando...