quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Sonhos de bacalhau

Como já referi anteriormente, existem sem dúvida sabores que nos fazem recordar certos momentos da nossa vida, esta receita é sem dúvida um desses momentos. Há alguns anos, cerca de trinta, nas freguesias lecionavam cursos, hoje em dia chamados workshops, na minha freguesia lembro-me de haverem os cursos de Corte e costura, Datilografia e Música. No curso de Corte e costura as senhoras, quase todas domésticas, juntavam-se durante a tarde para aprenderem a arte da agulha e do dedal, havendo também espaço para algum convívio nas épocas festivas, nos aniversários e no dia de encerramento destes cursos. Para esses convívios cada uma levava algo para partilhar e rapidamente o curso de Corte e costura, transformava-se num curso de culinária onde se partilhavam receitas e modos de fazer. Foi num desses convívios que pela primeira vez provei os sonhos de bacalhau. Sendo algo diferente para a época, foram muito apreciados e nenhuma senhora quis perder a receita.
Ingredientes:
1 chávena de água
1 chávena de farinha de trigo sem fermento
1 colher (de chá) de manteiga
400 grs de bacalhau demolhado, cozido e desfiado
5 ovos
1 colher (de café) de fermento em pó
Salsa
Sal e pimenta qb
Óleo para fritar

Modo de preparação:
Coloque a água a ferver, tempere com sal e com a manteiga. Quando estiver a ferver deite a farinha e mexa com uma colher de pau até formar uma bola e desprender do tacho e ficar bem cozida. Coloque num recipiente e deixe arrefecer até conseguir trabalhar com ela. Amasse de modo a ficar homogénea, junte então 2 ovos inteiros e três gemas previamente batidos. Tempere com pimenta e salsa. Junte o bacalhau até tudo ficar bem ligado, bate-se com uma colher de pau até ficar fofo. Por fim envolve-se as claras batidas em castelo e o fermento. Com ajuda de duas colheres formam se os sonhos e fritam se em óleo quente. Depois de fritos escorrem-se em papel absorvente. 

1 comentário: